Para os apaixonados por bebês.

Curiosidades
Meu filho(a) quer ser Youtuber Mirim: pode?
28/11/2018 19:28:12

Crianças buscam 'carreira' de Youtuber, quais os perigos?

 

Com a grande quantidade de canais para o público infantil, é comum que as crianças inspiradas em seus ídolos queiram seguir o mesmo caminho. Para se ter uma ideia, na lista dos 100 canais mais vistos do Brasil, 36 são voltados para o público infantil (crianças de 0 a 12 anos).

Isso explica o enorme sucesso do YouTube Kids, versão do player de vídeos com conteúdo específico para crianças de 2 até 8 anos de idade.

Esse sucesso, aliado ao interesse dos pequenos cada vez mais cedo pela tecnologia, fez com que muitas crianças quisessem sair da sua condição de expectador para criarem seus próprios canais na plataforma, dando origem a uma nova onda de influenciadores digitais: os youtubers mirins.

Deve ser diversão e não trabalho!

É um fato que atualmente os youtubers adultos consideram seus canais como uma profissão e fazem disso sua principal fonte de renda, mas tal responsabilidade nunca deve ser imposta às crianças.

Mesmo essa profissão não sendo regulamentada ainda, especialistas garantem que essa regulamentação não deve tardar a acontecer.

O ECA, Estatuto da Criança e do Adolescente, em seu artigo 60, estabelece que, qualquer trabalho antes dos 14 anos de idade é proibido. Dos 14 até os 18 anos, os adolescentes só podem trabalhar na condição de aprendizes.

Os youtubers mirins ainda não se enquadram nesta regra, pois é um trabalho muito novo, que surgiu a pouco tempo.

Se essa profissão for regulamentada, muito provavelmente acontecerá o mesmo que acontece com os atores mirins.

Nesse caso, as crianças trabalham com a autorização dos pais, em um limite de horas para as gravações, e claro, com a garantia que o trabalho não atrapalhe os estudos.

Ainda que uma regulamentação dessas atividades para além do ECA e das próprias regras do YouTube não tenha sido estabelecida (a plataforma requer que os usuários tenham mais de 13 anos para administrar o próprio canal – antes disso, a conta deve ficar no nome dos responsáveis), muitos já enxergam a área como um nicho de investimento promissor e oferecem cursos para capacitar esses jovens.

O que dizem os especialistas?

A principal preocupação dos especialistas, é com relação a interferência que essa “nova onda” dos youtubers mirins pode causar no desenvolvimento dessas crianças.

Há estudos que comprovam que a fama precoce na infância pode levar a criança a amadurecer rápido demais e perder momentos importantes da sua infância.

Além disso, há a preocupação de tornar o ambiente mais propício para a sexualização e a exposição a conteúdos violentos.

Por este motivo, é importante que os pais mantenham um diálogo constante com seus filhos sobre o uso consciente da internet e da plataforma.

E, principalmente, todo o conteúdo que a criança produzir, deve passar pelo aval dos pais antes de ir ao ar.

Analise o material que será publicado, pois uma vez que o material é divulgado, ficará para sempre na rede.

Lidar com a frustração também é item importante nesse assunto. As celebridades ligadas à web são muito poucas, e os jovens têm a falsa impressão de que basta terem um canal para ficarem famosos.

A criança deve, acima de tudo, encarar a plataforma como uma diversão. Não a force a nada. Se a criança deseja gravar, bem; caso contrário, respeite a vontade dela.

Lembre-se: tudo que é em excesso, é prejudicial. A criança deve compreender a necessidade de equilibrar seu tempo entre virtual e real, sem que haja prejuízos acadêmicos e/ou sociais.

----------------------------------------------------------------------------------

Confira também outros artigos sobre bebês:

----------------------------------------------------------------------------------

Você já conhece o Clube Gratuito Eu Amo Meu Bebê?

Eu Amo Meu Bebê é o primeiro clube de vantagens voltado para gestantes e mães recentes que reúne descontos e promoções exclusivas de diversas empresas em produtos e serviços para o período de gestação e para bebês, além de trazer conteúdos sobre maternidade, gestação, saúde e bem-estar. 

Acesse agora e veja desconto especial para as gestantes e mamães em diversas categorias.

Eu Amo meu Bebê
Somos um clube de vantagens gratuito para gestantes e mamães economizarem no dia-a-dia. Aqui no blog, compartilhamos dicas e depoimentos que achamos mais legais.

©2011-2018. Proxy Media. Todos os diretos reservados. | Termos de uso | Quem somos | Artigos