Para os apaixonados por bebês.

Ginecologia
O que é parto humanizado?
27/09/2018 17:07:12

Vamos falar sobre parto humanizado

Hoje em dia, há muita polêmica sobre o que é um parto humanizado, por isso perguntamos à ginecologista e obstetra, Dra. Flávia Fairbanks, sobre o conceito de parto humanizado.

Dra. Flávia, como é um parto humanizado?

Segundo o Ministério da Saúde, a humanização do parto se baseia em 2 aspectos importantes. Resumidamente, o primeiro é do dever das unidades de saúde de receber com dignidade a mulher, seus familiares e o recém nascido. O segundo se refere à adoção de medidas e procedimentos sabidamente benéficos para o acompanhamento do parto e do nascimento, evitando práticas intervencionistas desnecessárias, que embora tradicionalmente realizadas não beneficiam a mulher nem o recém nascido. 

Mas vamos começar primeiro definindo o que seria um parto humanizado: existe um consenso que define parto humanizado como aquele que as decisões da gestante são levadas em consideração do que em um parto convencional. Ou seja, a humanização do parto é um processo.

Mas o que isso significa? Significa realizar um mínimo de intervenções médicas e apenas as autorizadas pela gestante, sempre levando em consideração a segurança e saúde da mãe e do bebê

Ou seja, em suma, o parto humanizado é aquele que respeita integralmente a condição da mãe e a condição do bebê; seja feito na água, na maternidade ou no centro cirúrgico.

Então, todo parto normal é humanizado?

Não necessariamente.

Parto humanizado não é igual à parto vaginal, não é igual a parto natural; e principalmente não é igual a parto à qualquer preço. Parto humanizado é aquele assistido por uma boa equipe médica em um ambiente saudável para chegada do recém nascido.

Até o parto de cesária pode ser mais humanizado! Cesária não chega a ser um parto verdadeiramente humanizado porque trata-se de uma cirurgia de médio porte; porém algumas medidas pode deixá-lo mais humano. Por exemplo, deixar que o companheiro fique na sala de parto, deixá-lo cortar o cordão umbilical e levar o filho para mamar tão logo nasça; essas são atitudes que transformam a experiência do parto.

Para a gestante que quiser passar pelas emoções e desconfortos durante o trabalho de parto, a futura mamãe terá que primeiro fazer um bom pré-natal para saber se a sua saúde e a do bebê permitem que se realize um parto sem intervenções, em segurança. Depois, procurar um obstetra que seja adepto da filosofia do parto humanizado e possa conduzir o seu.

O mais importante, gestante, é que o seu parto deve ser da forma como você quer (e sua saúde permite).

Confira nosso novo vídeo sobre parto humanizado.

Veja mais vídeos sobre maternidade e infância no nosso canal do Youtube Eu Amo meu Bebê. Cadastre-se, curta e compartilhe nossos vídeos!

----------------------------------------------------------------------------------

Confira também outros artigos sobre gestação e preparativos para a chegada do bebê:

----------------------------------------------------------------------------------

Você já conhece o Clube Gratuito Eu Amo Meu Bebê?

O Eu Amo Meu Bebê é o primeiro clube de vantagens voltado para gestantes mães recentes que reúne descontos e promoções exclusivas de diversas empresas em produtos e serviços para o período de gestação e para bebês, além de trazer conteúdos sobre maternidade, gestação, saúde e bem-estar.

Acesse agora e veja desconto especial para as gestantes em diversas categorias.

Dra. Flavia Fairbanks
Formada pela Faculdade de Medicina da USP em 1998, especialização em Endometriose no Hospital das Clínicas da FMUSP, Pós-Graduação Latu Sensu em Sexualidade Humana pela FMUSP de 2006 a 2008.
CRM: 93879/SP.

©2011-2018. Proxy Media. Todos os diretos reservados. | Termos de uso | Quem somos | Artigos