Para os apaixonados por bebês.

Pediatria
Tudo sobre Refluxo Gastroesofágico em Bebês
24/08/2018 20:20:26

Tudo sobre Refluxo Gastroesofágico em Bebês

 

Seu filho acaba de mamar e sempre coloca todo o leite para fora? Ele pode ter refluxo gastroesofágico, que é comum em bebês, mas ocorre também com os mais velhos.

Entenda por que acontece e como deve ser atenuado. A cirurgiã pediátrica Dra. Carla Mattar responde nossas dúvidas sobre refluxo em bebês: entenda o que é e como cuidar do recém-nascido.

A maioria dos bebês tem ou terão, em algum momento da vida, refluxo. O refluxo é a volta do conteúdo do estômago pelo esôfago para fora do organismo.

O refluxo é mais frequente nos bebês porque os bebês ainda estão em formação, o mecanismo de digestão do recém nascido ainda não está completamente formado.

Como saber se meu filho tem ou não refluxo? Quais são os sintomas?

Os bebês que tem refluxo são bebês que não tem uma mamada tranquila e prazerosa. Em geral, eles tem uma mamada agitada, daqueles que ficam "brigando" com o peito.

Outro sintoma é quando o bebê chora perto das mamadas, pode ser antes ou logo após as mamadas. É um choro bem intenso, que não se estende ao longo do dia todo. Fica mais próximo das mamadas mesmo.

Sobre os sintomas físicos, não necessariamente aparece a regurgitação (o golfo). Pode ser que o bebê só tenha mesmo os sinais de irritação; que é resultado desse desconforto causado pelo retorno do alimento irritando a parede do esôfago.

O que fazer para melhorar os sintomas?

Existem medidas comportamentais para melhorar os sintomas. Orienta-se que o bebê fique mais na posição vertical, tanto na hora da mamada quanto depois.

Colocar o bebê para arrotar após cada mamada passa a ser mais importante nesses bebês porque o acúmulo de ar provoca o refluxo. Além disso, pode ser mais comum que esses recém nascidos mamem mais frequentemente e em menores volumes, causando uma menor distensão do estômago e menos dor.

Há também o que se fazer na hora de colocá-lo para dormir, como usar almofadas específicas no berço, para o refluxo.

Com as medidas de prevenção e medidas comportamentais (e ocasionalmente, com o uso de remédios); o tratamento já é suficiente. A cirurgia é nos casos mais raros e de muita necessidade.

Confira nosso novo vídeo sobre refluxo gastroesofágico em bebês.

Veja mais vídeos sobre maternidade e infância no nosso canal do Youtube Eu Amo meu Bebê. Cadastre-se, curta e compartilhe nossos vídeos!

----------------------------------------------------------------------------------

Confira também outros artigos sobre bebês:

----------------------------------------------------------------------------------

Você já conhece o Clube Gratuito Eu Amo Meu Bebê?

O Eu Amo Meu Bebê é o primeiro clube de vantagens voltado para gestantes e mães recentes que reúne descontos e promoções exclusivas de diversas empresas em produtos e serviços para o período de gestação e para bebês, além de trazer conteúdos sobre maternidade, gestação, saúde e bem-estar. 

Acesse agora e veja desconto especial para as gestantes e mamães em diversas categorias.

Dra. Carla Mattar
Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Santos. Fez residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Municipal do Campo Limpo, e especialização em Cirurgia Pediátrica no Hospital Municipal Infantil Menino Jesus.

©2011-2018. Proxy Media. Todos os diretos reservados. | Termos de uso | Quem somos | Artigos